Nº 2578 - Novembro de 2016
Crónicas Militares
Coronel
Nuno Miguel Pascoal Dias Pereira da Silva

O Presidente da República visitou a sede da Liga dos Combatentes

No dia 5 de outubro de 2016, o Presidente da República, Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, foi recebido na sede da Liga dos Combatentes pelo seu Presidente, Tenente-general Joaquim Chito Rodrigues, e pelos Membros do Conselho Supremo e da Direção.

Após descerrar uma placa que assinala a visita e das boas-vindas no Gabinete do Presidente da Liga dos Combatentes, o Comandante Supremo das Forças Armadas visitou o Gabinete de Conservação de Memórias e a Biblioteca. No final da visita usaram da palavra o Presidente da Liga dos Combatentes e o Presidente da República.

 

Reunião do Conselho Superior de Defesa Nacional

No dia 6 de outubro de 2016, após uma breve visita à Escola de Fuzileiros, o Presidente da República, Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, presidiu ao Conselho Superior de Defesa Nacional que se reuniu a bordo do NRP “Sagres”. No final da reunião, o Tenente-general João Cordeiro, informou que o Conselho se tinha reunido para deliberar sobre a participação das Forças Armadas Portuguesas em operações no exterior do Território Nacional, após apreciadas as propostas apresentadas pelo Governo, tendo o Conselho deliberado dar parecer favorável: à participação nacional na Missão das Nações Unidas na Colômbia, atendendo à situação envolvente; e à retração da força nacional na KFOR, até ao fim do primeiro semestre de 2017, no quadro da continuação de idêntico empenhamento português na Aliança Atlântica.

 

Encerramento do Exercício ALLIED SPIRIT V

Terminou, no dia 13 de outubro de 2016, o Exercício Multinacional ALLIED SPIRIT V que decorreu na Lituânia e na Alemanha, contando com a participação de elementos da Bateria de Artilharia de Campanha/Assurance Measures 2016 (BtrAC/AM2016).

O exercício contou com a participação de cerca de 2500 militares de nove países da OTAN e decorreu na forma de Field Training Exercise (FTX), em Hohenfels, na Alemanha, e sobre a forma de Command Post Exercise (CPX), em Nemencine, na Lituânia. No que concerne ao CPX, componente onde participaram os militares da BtrAC/AM2016 integrados nos Batalhões e Companhias da Brigada de Infantaria Motorizada Lituana “Griffin Brigade”, os objetivos principais foram: efetuar o planeamento de Operações Defensivas e Ofensivas ao nível Brigada e Batalhão, pondo em prática o Processo de Tomada de Decisão Militar em ambiente multinacional; treinar e assegurar a interoperabilidade dos vários sistemas de comando e controlo; e treinar comunicações de dados e voz em ambiente de redes seguras.

 

Visita ao exercício LUSITANO 2016

No âmbito do exercício anual do Estado-Maior General das Forças Armadas, denominado LUSITANO 2016, decorreu, no dia 25 de outubro de 2016, a visita do Primeiro-ministro, Dr. António Costa, do Ministro da Defesa Nacional, Prof. Doutor Azeredo Lopes, da Secretária-Geral do Sistema de Segurança Interna, Doutora Helena Fazenda, e dos Chefes Militares (CEMGFA, CEMA, CEMFA e VCEME) ao Comando Conjunto das Operações Militares (CCOM), em Oeiras, ao Ponto de Apoio Naval (PANTROIA), em Tróia, e à BA11, em Beja.

As visitas tiveram a oportunidade de conhecer as valências das Forças Armadas, designadamente no âmbito das Operações de Evacuação de Não-Combatentes, assim como puderam constatar a prontidão e a capacidade de projeção das Forças Armadas para intervirem em qualquer teatro de operações a nível internacional.

 

Portugal considera reforço da segurança marítima e mantém luta contra o terrorismo

O Ministro da Defesa Nacional, Prof. Doutor José Alberto Azeredo Lopes, anunciou durante a reunião do Conselho do Atlântico Norte, que decorreu nos dias 26 e 27 de outubro de 2016, no Quartel-general da OTAN, em Bruxelas, que Portugal iria estudar a possibilidade da participação das suas Forças Armadas na nova Operação da OTAN Sea Guardian. Para além do reforço da segurança marítima, Portugal irá continuar a contribuir para a luta contra o terrorismo e a defender uma resposta concertada no flanco sul.

O Ministro da Defesa Nacional afirmou à comunicação social que existem diversas hipóteses de participação das Forças Armadas na Sea Guardian, mas que “qualquer uma delas tem custos associados que não são despiciendos.” Fazendo um balanço dos dois dias de trabalhos, o Ministro da Defesa Nacional considerou ainda que “importa a partir de agora refletir sobre o modo concreto como queremos enfrentar o flanco Sul. Sentimos que estamos na obrigação de apresentar propostas de edificação de capacidades de defesa, com os nossos parceiros a Sul, mas também de verificar e manter limadas as arestas entre a coligação anti-Daesh, com dezenas de países e a NATO, e desta com a União Europeia, apoiando o projeto ambicioso da União Europeia de desenvolver uma política externa de Segurança e Defesa”.

Relativamente ao combate ao terrorismo, o Ministro da Defesa Nacional aproveitou a oportunidade para anunciar que a colaboração com a coligação internacional anti-Daesh irá continuar durante o próximo ano, uma vez que Portugal considera ser seu dever, na medida das suas capacidades, dar um contributo ativo na luta contra o terrorismo transnacional.

 

SEA GUARDIAN apoia Operação da União Europeia SOPHIA

A SEA GUARDIAN, a nova operação da OTAN, na qual Portugal poderá vir a participar em 2017, começará ainda no corrente ano. Segundo anunciou o Secretário-geral da Aliança, Anders Fogh Rasmussen, no final do encontro que decorreu nos dias 26 e 27 de outubro de2016, os meios da OTAN estarão “dentro de duas semanas no Mediterrâneo Central, prontos para apoiar a Operação Sophia da UE. A NATO terá aviões de patrulha marítima no mediterrâneo central e terá embarcações que acrescentarão valor à presença das embarcações da União Europeia. Até ao momento, a Grécia e a Turquia anunciaram que irão disponibilizar embarcações para o Sea Guardian, a partir de 7 de novembro. Grécia, Itália, Espanha e Turquia irão contribuir com meios aéreos”.

Estes meios terão como objetivo apoiar a operação SOPHIA, nomeadamente ao nível do conhecimento situacional através da partilha de informação.

 

Distinguished Visitors Day do Exercício LUSITANO 2016

Realizou-se no dia 28 de outubro de2016, na Ilha da Madeira, o Distinguished Visitors Day (DVD) do Exercício LUSITANO 2016. Assistiram ao evento o Representante da República para a Região Autónoma da Madeira, Juiz Conselheiro Ireneu Cabral Barreto, o Ministro da Defesa Nacional, Prof. Doutor Azeredo Lopes, a Ministra da Administração Interna, Dr.ª Constança Urbano de Sousa, e os Chefes Militares (General CEMGFA, Almirante CEMA, General CEME e General CEMFA), entre outras altas entidades civis e militares.

A apresentação do DVD do Exercício, que teve como objetivo treinar a capacidade de projeção de meios militares do continente num eventual reforço do dispositivo militar dos arquipélagos, decorreu no Comando Operacional da Madeira (Funchal), tendo sido seguida por uma demonstração operacional da capacidade conjunta das Forças Armadas, na Ilha de Porto Santo, nomeadamente: à manobra duma Companhia de Infantaria; ao lançamento de Saltadores Operacionais de Grande Altitude, no controlo e na defesa de um ponto sensível; e ao desembarque anfíbio de Fuzileiros apoiados por uma corveta e uma parelha de aeronaves F-16. Após a demonstração operacional das capacidades das Forças Armadas Portuguesas foi inaugurada uma exposição estática das mesmas que foi posteriormente aberta ao público em geral, no centro da vila Baleira de Porto Santo.

 

Atividades militares presididas pelo Presidente da República em outubro e novembro de 2016

O Presidente da República, Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, durante o mês de outubro e novembro de 2016, participou em diversas cerimónias militares, nomeadamente: a 14 de outubro, na cerimónia de abertura solene do ano letivo do Instituto dos Pupilos do Exército; a 24 de outubro, na abertura solene do ano letivo do Colégio Militar; a 11 de novembro, na Cerimónia de Comemoração do 98.º Aniversário do Armistício da Grande Guerra junto ao Monumento aos Combatentes do Ultramar, em Lisboa; e a 16 de novembro, na abertura do ano letivo da Escola Naval e de Encerramento das Jornadas do Mar 2016.

 

Prémio Internacional atribuído ao Serviço de Busca e Salvamento Marítimo Português

No dia 15 de novembro de 2016, o Maritime Rescue Coordination Centre (MRCC) de Lisboa e o MRCC de Ponta Delgada irão receber o prémio H.E.R.O. 2016, que premeia o trabalho desempenhado na Busca e Salvamento. O prémio será entregue durante o encontro regional europeu da Federação Internacional de Salvamento Marítimo, que este ano se realizou em Cascais.

Gerar artigo em pdf
2017-06-06
1095-1099
101
101
REVISTA MILITAR @ 2017
by CMG Armando Dias Correia